domingo, 4 de abril de 2010

Never sing of love.

Mas querido, tudo o que você vê agora está sumindo. Pergunto-me se algum dia você me viu de verdade. Quem sabe se eu ao menos tivesse uma foto sua para guardar como lembrança, você não estaria escapando assim tão rápido da minha mente. Você é a única exceção.

Um comentário:

  1. Gostei do texto. Tô começando a acompanhar aqui. um beijo

    ResponderExcluir

Talk talk talk / Don't you know where you want to go /
Start something new, that you know where you want to go